domingo, 24 de fevereiro de 2013

Breve história da estátua do Cristo Redentor

O Cristo Redentor é uma estátua de Jesus Cristo, situada no morro do Corcovado (cidade do Rio de Janeiro)



A estátua do Cristo Redentor foi inaugurado em 12 de outubro de 1931. Idealizada na época da exposição do centenário da Independência, em 1921, foi construída graças a doações públicas recolhidas em todo o país. Foram precisos dez anos para que o projeto saísse do papel.

Foi a proposta do engenheiro Heitor da Silva Costa que ganhou o concurso público. A cruz no desenho original passou a ser o próprio corpo e o mundo que a estátua segurava na mão desapareceu. 

Para custear a empreitada, uma campanha de arrecadação que uniu desde os mais ricos até os índios bororós angariou o equivalente hoje a cerca de 9 milhões de reais. Então chefe do Governo Provisório, Getúlio Vargas comandou a inauguração na noite de 12 de outubro de 1931. A iluminação seria acionada da Itália, pelo cientista Guglielmo Marconi, inventor do telégrafo sem fio. O mau tempo impediu a façanha e o sistema foi ligado no local.

Antes da execução do modelo final da estátua, o escultor francês Maxmilien Paul Landowski, a quem foi encomendado o trabalho, fez diversos moldes, todos na França. Já em tamanho definitivo, as peças feitas de gesso foram divididas em dezenas de partes numeradas e transportadas de Paris ao Rio – só a cabeça tinha 50 partes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário