terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Chico Mendes,um grande guerreiro

Francisco Alves Mendes Filho, mais conhecido como Chico Mendes, foi um seringueiro, sindicalista, ativista ambiental e revolucionário brasileiro. Sua atividade política visava à preservação da Floresta Amazônica e lhe deu projeção mundial. 


Iniciou a vida de líder sindical em 1975, como secretário geral do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Brasiléia. A partir de 1976 participou ativamente das lutas dos seringueiros em manifestações pacíficas em que eles protegiam as árvores com seus próprios corpos. 

Em 1977 participou da fundação do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Xapuri, e foi eleito vereador pelo MDB local.

Recebe então as primeiras ameaças de morte, por parte dos fazendeiros.

Em 1981 Chico Mendes assume a direção do Sindicato de Xapuri, do qual foi presidente até sua morte.

Em 22 de dezembro de 1988, exatamente uma semana após completar 44 anos, Chico Mendes foi assassinado com tiros de escopeta no peito. Chico anunciou que seria morto em função de sua intensa luta pela preservação da Amazônia, e buscou proteção, mas as autoridades e a imprensa não deram atenção.

"Se o Chico estivesse vivo, poderia estar hoje a contribuir (para a defesa da floresta e dos povos). Sempre foi um homem de sentimentos muito profundos. Hoje esperamos estar a contribuir para que as novas gerações conheçam um pouco os ideais e pensamento dele", afirmou Ângela Mendes, filha de Chico Mendes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário