sexta-feira, 24 de maio de 2013

As Origens dos Nomes dos Estados do Brasil

No antigo italiano,Verzino (nascida do árabe wars,espécie de planta usada para tingir em vermelho),designava as lascas de pau-brasil transportadas pelos genoveses,das quais se extraía a tinta encarnada para colorir lãs,algodões e sedas,ou para escrever.Está é uma das hipóteses para "Brasil".


Os Estados do Brasil




Acre: O nome origina-se de "aqri" e "acri",formas pelas quais os exploradores da região,no século XIX,transcreveram a palavra uwakaru ("rio verde"),do dialeto dos índios Ipurinã,que designava o rio de águas barrentas e piscosas que atualmente marca a fronteira entre o Brasil,Bolívia e Peru.


Alagoas: Contam-se mais de 30 lagoas na região,motivo pelo qual é conhecida como o "paraíso das águas".Do latim lacus,reservatório de água (cisterna,tina,bacia etc).Lagoa é uma "lacuna" (um buraco) na terra,cheia de água.Houve a prótese da sílaba "a",sem alterar o significado.



Amapá: Há pelo o menos duas hipóteses para a origem do nome do estado do Amapá.Uma delas é amapa,palavra do tupi que indica "lugar da cuva" - paba ("lugar") + amana ("chuva").A outra possibilidade é que se tratasse do nome de uma árvore da região,de cuja casca se pode extrair um látex medicinal para tratar a asma e outras afecções pulmonares,bem como para cicatrizar feridas.


Amazonas: Diz a lenda que o explorador espanhol Francisco de Orellana (1490-1550),em meados do século XVI,encontrou uma tribo de mulheres na confluência do grande rio Amazonas com o rio Madeira,e as comparou com as amazonas da mitologia grega.Segundo a etimologia popular,a palavra grega amazón deriva de a ("sem") + mazós (seio).Imaginava-se que essas guerreiras amputavam o seio direito para manejar melhor o arco e flecha.O nome foi transmitido ao grande rio e deste,ao estado.


Bahia: "Baía" é um trecho de litoral (maior do que a enseada e menor do que o golfo) em que se pode aportar com segurança.O nome "Baía de Todos os Santos" foi criado pelo cartógrafo Américo Vespúcio (1454-1512),em 1501,na festa católica do dia 1* de novembro,quando chegou ao local na caravela comandada por Gaspar de Lemos.Especula-se que "baía" provenha do latim tardio batare,isto é,"abrir".Do antigo francês baie ("abertura") proveio de forma ibérica baya (século XV),que levou a "bahia".


Ceará: No século XVI foi criada a capitania do Siará.O rio Siará emprestou seu nome ao estado.Uma das explicações para a palavra é que proveio do tupi siará,"onde canta a jandaia",pássaro da mesma família dos papagaios.Em Iracema,José de Alencar (1829-1877) escreve que esta ave cantava ali,com voz plangente: "E foi assim que um dia veio a chamar-se Ceará o rio onde crescia o coqueiro,e os campos onde serpeja o rio".


Espírito Santo: A capitania do Espírito Santo foi doada ao fidalgo português Vasco Fernandes Coutinho (1490-1561),que chegou a região no domingo de Pentecostes do ano de 1535."Espírito" vem do latim spiritus,"sopro de vento",que recebeu a conotação metafísica de "sopro vital","alma".


Goiás: A origem para este nome,ao que tudo indica,vincula-se a denominação da nação tupi goiaiase,que ocupava a região no final do século XVI.Os índios goiás eram os "amigáveis".O termo gwa ya queria dizer "indivíduo igual",e,portanto,amistoso.


Maranhão: Uma origem falsa,embora inventiva,é a frase "mar non",atribuída a exploradores espanhóis ao constatarem que o rio encontrado naquele lugar,embora de grandes dimensões, "não era mar".Possibilidade mais verossímil,que de certo modo inspirou a solução anterior: o rio Maranhão,que passou a nomear o estado,era chamado pelos indígenas de mara-rana,"semelhante ao mar".


Matos Grossos: O povoamento colonial da região só começou no século XVII.No século seguinte,bandeirantes paulistas que percorriam a região em busca de índios e ouro,dirigindo-se para oeste,encontraram 40 quilômetros de mato alto e espesso,quase impenetrável.O emaranhado da vegetação impressionava,e por isso o apelido "mato grosso",que se tornou o nome da capitania e depois do estado,desmembrado em dois em 1977.


Minas Gerais: Em oposição as minas particulares,localizadas na região dos rios das Velhas,das Mortes e dos Caetés,as "minas gerais" seriam aquelas encontradas em lugares longínquos e diversos (Sabarabuçu,Itambé,Itabira,Ouro Preto,Ouro Branco etc),daí o nome do estado.


Pará: Para,em tupi,significa "rio caudaloso",e era como os índios denominavam o braço direito do rio Amazonas.No início do século XVII,os portugueses que fundaram o forte do Presépio,origem da cidade de Belém,batizaram a capitania de Feliz Lusitânia.O nome não vingou.Foi substituído pelo de "Grão-Pará" (grande rio),um pleonasmo,do ponto de vista etimológico.Mais tarde,tornou-se simplesmente "Pará".



Paraíba: O rio Paraíba recebeu este nome do tupi: para ("rio caudaloso") + iba ("ruim","feio","impraticável")."Rio ruim" é aquele que não se presta a navegação.A capitania e depois o estado herdaram o nome.




Paraná: Do tupi-guarani para + rana = parana,isto é, rio semelhante a um "rio caudaloso",muitas vezes equiparado a noção de mar.




Pernambuco: Paranampuka,em tupi,significa "o mar furando".Em sua composição temos parana,em referência ao "mar",e puka,"rebentando","furando".O mar "fura" a barreira de recifes e chega a terra.A capitania de Pernambuco também era chamada de "Nova Lusitânia",mas este nome caiu no esquecimento.




Piauí: Piaus,na língua tupi,são "peixes grandes" com boca pequena e fortes dentes.O i acrescentado a palavra significa "água","rio".Nomeando primeiramente o rio,um dos principais da região,passou a designar a capitania,a província e finalmente o estado.




Rio de Janeiro: Em 1* de janeiro de 1502,os portugueses chegaram a atual baía da Guanabara,e batizaram a região de Rio de Janeiro,em referência ao mês,e por pensarem estar diante da foz de um grande rio."Janeiro",do latim janua,"janela",abertura e saída,como o próprio mês: último adeus ano anterior e primeira saudação ao novo ano.




Rio Grande do Norte: O rio Potengi,por seu porte,era chamado de "rio grande" e sua forte presença deu nome a capitania,a província e ao estado.O acréscimo "do Norte" se deveu a existência do Rio Grande do Sul.Potengi,em tupi-guarani,significa rio (i) dos camarões (poti).




Rio Grande do Sul: A cidade de Rio Grande,no litoral sul da região,fica as margens do estuário que une a Lago dos Patos ao Atlântico.Os primeiros colonizadores portugueses,no século XVI,imaginando que o canal de entrada da lagoa fosse um grande rio,chamaram de "Rio Grande" o povoado que ali nasceu.Por ser a cidade mais antiga da região,daí surgiu o nome do estado.




Rondônia: Chamado,na década de 1940,Território Federal do Guaporé,recebeu o nome de "Rondônia" em 1956,em homenagem a Cândido Mariano da Silva Rondon (1865-1958),militar sertanista e indigenista,responsável pela integração da região ao restante do país.




Roraima: Até 1962,chamava-se Território Federal de Rio Branco.O nome "Roraima" origina-se das palavras rora,"verde",e imã, "monte","serra",do idioma indígena ianomâmi.As belezas naturais da paisagem da região refletem neste nome: "monte verde".




Santa Catarina: Conta-se que,no século XVII,estabeleceu-se na ilha dos Patos (onde se localiza hoje a cidade de Florianópolis) o paulista Francisco Dias Velho (1622-1687),a quem se atribuiu a mudança do nome para ilha de Santa Catarina,em homenagem a santa italiana e a uma de suas filhas,também chamada Catarina,cujo nome origina-se do grego kathará, "pura","casta".O nome estendeu-se ao estado.




São Paulo: Os padres Manuel da Nóbrega (1517-1570) e José de Anchieta (1534-1597),fundando o seu colégio em 25 de janeiro de 1554 para catequizar os índios,deram início,no local,a vila de São Paulo de Piratininga.Piratininga,em tupi,é "peixe-seco",clara referência aos peixes que morriam a margem do rio Anhangabaú,e secavam,expostos ao sol,depois que o rio transbordavam com as enchentes.




Sergipe: Provém do tupi cirigype,que significa "no rio dos siris".É o nome do rio,em cuja foz encontra-se a região metropolitana de Aracaju.




Tocantins: O estado de Tocantins foi criado em julho de 1988.O nome provém do rio Tocantins,que por sua vez nasceu de uma tribo indígena da região,a tribo tocantin,que significa,em tupi,"bico/nariz de tucano",ave típica do local.





Fonte: PERISSÉ, Gabriel. Palavras e Origens,2010.                    

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário