quarta-feira, 28 de agosto de 2013

A Guerra dos Emboabas (Minas Gerais,1708 - 1709)



A descoberta de ouro em Minas Gerais pelos bandeirantes paulistas,em finais do século XVII,atraiu para a região milhares de colonos de outras províncias,além de um grande número de europeus.Julgando-se com direito exclusivo de exploração das minas,os paulistas hostilizavam os forasteiros,que apelidaram de emboabas (em tupi,amô-abá significa "estrangeiro").

Sob a liderança de Manuel Nunes Viana,alcunhado de "governador das minas",os emboabas enfrentaram os paulistas em vários combates.O mais marcante deles ocorreu no chamado Capão da Traição,no qual 300 paulistas foram cercados pelos emboabas.Diante da promessa de que ninguém seria morto,os paulistas se renderam e entregaram as armas.O comandante dos emboabas,Bento de Amaral Coutinho,entretanto,ordenou o ataque e massacrou os inimigos.'

Em 1709,o governo português interveio e,a fim de pacificar e melhor administrar a região,separou a capitania de São Paulo e Minas Gerais da capitania do Rio de Janeiro.Pouco depois,os bandeirantes paulistas partiram em busca de ouro em Goiás e Mato Grosso,abandonando a região das Minas Gerais.

Além disso,alguns deles,enriquecidos com a exploração de ouro,retornaram a São Paulo,onde estabeleceram unidades de produção de gêneros de abastecimento para as minas,integrando,dessa forma,a economia paulista à mineira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário