quinta-feira, 29 de agosto de 2013

A Revolta de Filipe dos Santos (Vila Rica,Minas Gerais,1720)



A Revolta de Filipe dos Santo,ou de Vila Rica,ocorreu como consequência dos crescentes tributos aplicados por Portugal em Minas Gerais.

A rebelião começou quando o governo português proibiu a circulação de ouro em pó,exigindo que todo o ouro extraído fosse entregue às casas de fundição,onde seria transformado em barras e quintado.Mais de 2 mil mineradores se rebelaram contra a medida e dirigiram-se ao governador,o Conde de Assumar.Este,porém,não contava com soldados suficientes para fazer frente aos manifestantes e,estrategicamente,prometeu atender-lhes as exigências,que incluíam a não instalação das casas de fundição e o fim de vários tributos sobre o comércio local.

Mas,assim que o governador conseguiu reunir tropas suficientes - os Dragões da Cavalaria - para conter os manifestantes,lançou-as contra os revoltosos de Vila Rica,prendendo vários deles e queimando diversas casas.

O português Filipe dos Santos,um dos líderes mais pobres da revolta,foi condenado à morte,enforcado e esquartejado como exemplo para evitar outras rebeliões.Ao mesmo tempo,garantindo a vitória metropolitana,foram mantidas as casas de fundição e,para melhor controlar a região mineradora,Minas Gerais foi separada da capitania de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário