sábado, 23 de novembro de 2013

As Plantas do Brasil Colônia


Quando iniciaram a exploração das terras americanas,os portugueses tiveram contato com plantas desconhecidas,tais como a mandioca,produto básico da dieta indígena,e o fumo,usado pelos índios em rituais.

Depois da cana-de-açúcar,a lavoura do fumo,por muito tempo,foi a mais importante da economia colonial.O fumo era exportado para Lisboa e servia como produto de troca por escravos no mercado africano.seu cultivo deu-se principalmente no Recôncavo Baiano,tendo um crescimento especial a partir do século 18.Os holandeses,quando ocuparam o nordeste,também cultivaram o produto.

Terceira mais importante,a lavoura de algodão desenvolveu-se no século 18,sendo impulsionada pelos progressos tecnológicos alcançados pela indústria têxtil a partir da Revolução Industrial na Inglaterra.Antes disso,o algodão nativo da América era utilizado para tecidos grosseiros destinados aos escravos e a população pobre.Seu cultivo deu-se principalmente no Maranhão e em Pernambuco.Ao lado dessas culturas principais,também eram explorados,em escala menor,o cacau,o arroz e o anil.

Havia ainda,em pequena escala,uma agricultura destina ao mercado interno,que tinha por base a pequena policultura e o trabalho do próprio agricultor.Desenvolveu-se no interior de grandes propriedades e também ao longo de vias de comunicação,para abastecer condutores de tropas e cargas,e nas cercanias dos centros urbanos.

Resumindo: as principais culturas de subsistência eram - a mandioca,cultivada em toda a colônia,especialmente no Nordeste; o milho,no Sul; feijão,no Centro-Sul; trigo,no Sul; e arroz,no litoral,do extremo norte até São Paulo.Comparadas a artigos de luxo,hortaliças e frutas eram pouco cultivadas.


CRÉDITO DA IMAGEM: http://commons.wikimedia.org



Nenhum comentário:

Postar um comentário