domingo, 24 de novembro de 2013

Clientelismo


O Clientelismo é uma prática político-eleitoral que se baseia na troca de votos por favores.A figura do cliente tem suas origens ligadas na sociedade romana do período republicano (509 - 27 a.C.): os Patrícios (grandes proprietários de terra,representantes da aristocracia) empobrecidos costumavam receber dinheiro ou comida de seus patronos e,em troca,faziam sua escolta e,nas campanhas eleitorais,os ajudavam na conquista de votos.No Brasil,o clientelismo consolidou-se durante o Regime Republicano,quando foi abolido o critério do "voto censitário" (direito do voto de acordo com a renda).Com o advento da República,os pobres passaram a votar,desde que fossem alfabetizados.Entretanto,os "coronéis",representantes das oligarquias rurais,concentravam em suas mãos o poder econômico,político,policial e jurídico.Geravam empregos,controlavam o acesso a terra,elegiam seus favoritos,faziam justiça a seu modo e castigavam inimigos ou adversários por meio dos jagunços.As pessoas e famílias que dependiam deles,lhes serviam de diversas formas,inclusive votando nos candidatos que recebiam seu apoio.

No mundo atual,e não exclusivamente na política,as "Clientelas" podem ser igualmente encontradas.Tomemos como exemplo um movimento sindical.Esse movimento pode formar um grupo de apoiadores (sua clientela) que se mantem fiel a ele em troca de certos favores,como o acesso privilegiado aos serviços oferecidos pelo sindicato (dentista,médico,etc.).O Clientelismo se fortalece em situações em que o acesso da população a serviços que são obrigações do Estado,como saúde,educação e assistência social - é difícil ou restrito,tornando-se possível somente pelo famoso "favorzinho".


CRÉDITO DA IMAGEM: http://historianovest.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário