terça-feira, 12 de novembro de 2013

Mudanças na Economia Capitalista

Ferro e Carvão, de William Bell Scott (1855-60).

O historiador britânico Eric Hobsbawn (1917 - 2012),fez uma análise das transformações que ocorreram,a partir de 1870,na economia capitalista.Ao fazer essa análise,ele destaca quatro mudanças significativas nesse sistema:


Primeiro,iniciou-se uma nova era tecnológica,caracterizada pela utilização de novas fontes de energia (eletricidade e petróleo,turbinas e motor a explosão),de nova maquinaria baseada em novos materiais (ferro,ligas,metais não ferrosos),de indústrias baseadas em novos avanços científicos,tais como a indústria da química e orgânica.

Segundo,expandiu-se a economia de mercado de consumo interno [a produção é consumida pelo mercado interno do país].Esta expansão começou nos Estados Unidos,depois atingiu a Europa,sendo impulsionada pela crescente renda das massas [valor do salário dos trabalhadores],mas sobretudo pelo enorme aumento da população dos países desenvolvidos.De 1870 a 1910,a população da Europa cresceu de 290 para 435 milhões,a dos Estados Unidos,de 38,5 para 92 milhões.

Terceiro,intensificou-se a competição internacional entre economias industriais rivais - a inglesa,a alemã,a norte-americana.Essa competição levava à concentração econômica,ao controle de mercado e à manipulação.

Quarto,o mundo entrou no período do imperialismo.Os Estados industriais poderosos passaram a dividir o globo para realizar seus próprios negócios.

HOBSBAWN,Eric. A era do capital (1848 - 1875). Rio de Janeiro,Paz e Terra,1982. p. 312-313.



O período analisado trata-se da Segunda Revolução Industrial,período que foi marcado pelo grande crescimento da economia da Europa Ocidental e dos Estados Unidos.Esse crescimento gerou a ampliação do comércio mundial e o acúmulo de capitais entre os empresários das grandes potências.Outras características desse período foram: o grande desenvolvimento técnico e científico,a criação de monopólios econômicos (cartel,holding e truste) e o imperialismo.


CRÉDITO DA IMAGEM : http://commons.wikimedia.org






Nenhum comentário:

Postar um comentário