segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Propagandas da Primeira Guerra Mundial

 "Eu Quero Você para o Exército dos EUA"

A Primeira Guerra Mundial permitiu que a propaganda deixasse de ser vista apenas como uma estratégia de mercado e passou a ser percebida como uma ferramenta de guerra. Nas escolas, nas igrejas, ruas e esquinas, cada nação envolvida na Primeira Guerra Mundial utilizava-se de cartazes de propaganda como um meio de justificar ao seu povo o envolvimento na guerra e conquistar mais recursos para sustentar a campanha militar. As propagandas atraíam mais e mais soldados e alimentavam o patriotismo dos diferentes povos envolvidos no conflito.

o país que mais utilizou a propaganda durante a guerra foi os Estados Unidos. Apesar de sua entrada tardia no conflito, o governo americano na época contratou o jornalista Walter Lippman e o psicólogo Edward Bernays para elaborar estratégias que permitisse uma opinião pública favorável à guerra, ou seja, os Norte-americanos deveriam querer a entrada de seu país na guerra, ao lado da Inglaterra e contra a Alemanha.

 " Acorde, América! Civilização chama cada homem, mulher ou criança." - Propaganda Americana.


 " Conquistamos a colina, junte-se a nós e ajude-nos a mantê-la" - Propaganda Australiana.


 "Seu país precisa de você" - Propaganda Britânica.


 "Em que lado da janela você está ?" - Propaganda Americana.


“Quatro razões para comprar bônus de guerra” - Propaganda Canadense.


“União do Império Britânico: ‘Uma vez alemão – sempre alemão’ - Propaganda Britânica.


CRÉDITO DAS IMAGENS:  http://educador.brasilescola.com
                                    http://www.historia.uff.br










 

Nenhum comentário:

Postar um comentário