domingo, 27 de abril de 2014

Monarquias que resistiram ao tempo

Monarquia é um sistema político hereditário em que o Chefe de Estado (monarca) é um rei ou imperador. O Absolutismo é a forma de governo em que o poder é centralizado na figura do monarca. Foi a principal forma de governo na Europa entre os séculos 16 e 17. Desde a Revolução Francesa, ocorrida em 1789, as Monarquias Absolutistas foram perdendo força, mas atualmente ainda existem sistemas desse tipo, além das Monarquias Constitucionais.


Reino Unido

Família Real Britânica.

Atualmente, a Monarquia do Reino Unido é representada pela Rainha da Inglaterra, Elizabeth II. Ela é a chefe de Estado do Reino Unido e de mais 53 países, que fazem parte da Commonwealth (países que faziam parte do antigo Império Britânico). Aos 88 anos, ela tem quatro filhos, oito netos e duas bisnetas, além de um novo bisneto, filho de William e Kate.


Vaticano

Jorge Mario Bergoglio, 266° Papa da Igreja Católica e Chefe de Estado do Vaticano.

O Tratado de Latrão, de 1929, criou a cidade-Estado do Vaticano. "Papa", bispo de Roma, é um título teocrático-monárquico que existe desde o século 1. Líder da Igreja Católica desde 28 de fevereiro de 2013, Jorge Mario Bergoglio, mais conhecido como Papa Francisco, é chefe do Estado do Vaticano, última Monarquia Absoluta da Europa e a única Teocracia cristã do mundo.


Arábia Saudita

Abdallah da Arábia Saudita.

A Arábia Saudita é uma Monarquia Absoluta. Abdallah bi Abdul Aziz Al-Saud é Rei da Arábia Saudita desde 2005. A casa de Saud foi criada em 1744 por Muhammad bin Saud, e comanda o país desde que ele foi unificado, em 1932.  Por ser o maior exportador de petróleo do mundo, o país é a maior potência econômica do Mundo Árabe. É considerado por muitos o Monarca Árabe mais fanaticamente religioso, desrespeitando várias vezes os Direitos Humanos e as ordens da ONU.


Tailândia

Bhumibol Adulyadej

A Tailândia é uma Monarquia Constitucional desde 1932. Bhumibol Adulyadej, o Grande, é o atual rei da Tailândia. Conhecido como Rama IX, é o monarca que reina há mais tempo e o chefe de Estado mais antigo do mundo, reinando desde 1946. É também um dos mais ricos, tendo uma fortuna avaliada em 35 bilhões de dólares. Bhumibol faz parte da Dinastia Chakri, criada em 1782, e que comanda o país desde que ele era conhecido como Império Sião.


Jordânia

Abdullah II bin al-Hussein, atual Rei da Jordânia.

O Rei Abdullah II governa a Jordânia desde 1999. A Monarquia da Jordânia é comandada pela Dinastia Hachemita, criada oficialmente em 1921, mas que possui suas raízes históricas ligadas ao profeta Maomé. A dinastia é originária do Hejaz, região do Oeste da Arábia Saudita.


Butão

Jigme Khesar Namgyal Wangchuck.

O Butão é uma Monarquia Constitucional. Jigme Khesar reina desde 2006, e é considerado um dos chefes de Estado mais jovens do mundo. Khesar é membro da dinastia Wangchuck, que foi criada no mesmo ano em que o país foi unificado, em 1907. contando com o atual rei, cinco da mesma dinastia governaram o Butão desde o início do século 20. Junto à Tailândia, o Butão é um dos últimos reinos budistas.


Dinamarca

Margarida II da Dinamarca.

A Dinamarca tornou-se uma Monarquia Constitucional em 1849, logo após as Revoluções Europeias de 1848. Atualmente, a rainha da Dinamarca é Margarida II, no poder desde 1972. Possui o título de Sua Majestade Real Margarida II pela Graça de Deus: Rainha da Dinamarca, Rainha da Groelândia, Rainha de Feroé, Duquesa de Schleswig, Holstein, Dithmarschen, Targino, Stormarn e Oldemburgo. A atual família real faz parte da Casa de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg, fundada em 1825, da qual também fazem parte membros da Casa Real da Noruega.


Marrocos

Mohammed VI.

O Marrocos é uma Monarquia Constitucional desde 1972. O país é governado há 15 anos por Mohammed VI. O rei Mohammed VI é membro da Dinastia Alaoui, que desde 1666 governa o país. Foi criada por Moulay Ali Cherif em meados do século 17. A Dinastia é descendente direta de Maomé. O atual rei é responsável pela modernização do país.


Suazilândia

Mswati III.

A Suazilândia é uma Monarquia Absoluta desde 1978, quando a Constituição do mesmo ano atribuiu os poderes Executivo e Legislativo ao rei. Quem governa o país atualmente é o Rei Mswati III, no poder desde 1986. Mswati pertence à Dinastia Dlamini, que descende diretamente de Ngwane III, o primeiro rei da Suazilândia. Uma prática comum é a Poligamia. Um exemplo é Sobhuza II, o falecido pai do atual rei: ele teve 110 esposas e 250 filhos. O rei possui uma imagem negativa devido seus gastos com carros luxo e construção de mansões (cada uma das 15 esposas do rei possuí uma mansão). De acordo com a Forbes, o rei possui uma fortuna estima em 200 milhões de dólares, mas outras fontes falam de valores bilionários.


Japão

Akihito, 125° Imperador do Japão.

Desde a Constituição de 1947, o Japão é uma Monarquia Constitucional. Desde 1989, quem governa é o Imperador Akihito, único monarca reinante que detêm o título de Imperador. Akihito é membro da Dinastia Yamato, a mais antiga Monarquia hereditária do mundo, tendo como membro o Lendário Imperador Jimmu, que começou seu reinado em 660 a.C. O Imperador é responsável por manter uma boa relação entre os antigos rivais do Império do Japão, como a Rússia e a China.


Camboja

Norodom Sihamoni.

O Camboja é uma Monarquia Constitucional, restaurada em 1993. Quem comanda, desde 2004, é o rei Norodom Sihamoni. Sihamoni é membro da Dinastia Norodom, criada em 1860 por Norodom I e que atualmente comanda a monarquia do país. No total, os últimos reis do Camboja, do século 19 e 20, e o atual, vieram dos Norodom.


Outras Monarquias atuais

Henrique, Grão-duque de Luxemburgo, chefe de Estado de Luxemburgo.

Carlos XVI Gustavo da Suécia, chefe de Estado da Suécia.

Juan Carlos I, rei da Espanha.

Guilherme Alexandre dos Países Baixos, rei da Holanda.

Haroldo V, rei da Noruega.

Alberto II, príncipe soberano de Mônaco.

Hamad bin Isa al Khalifa, rei do Bahrein.

Khalifa Bin Zayed bin Sultan Al Nahyan, chefe de Estado dos Emirados Árabes.

Tamim bin Hamad bin Khalifa Al Thani, Emir absoluto do Qatar.

Letsie III, rei do Lesoto.

Abdul Halim de Quedá, chefe supremo da Malásia.


FONTES: SILVA, Kalina Vanderlei; SILVA, Maciel Henrique. Dicionário de Conceitos Históricos. - São Paulo: Contexto, 2009.

NASSIF, Luis. Qual o futuro das monarquias europeias? GGN, o jornal de todos os brasis. 04/06/2013. Disponível em: http://jornalggn.com.br/blog/luisnassif/qual-o-futuro-das-monarquias-europeias Acesso em: 26/04/2014.

Forbes, information for the World's Business Leaders. Disponível em: http://www.forbes.com/ Acesso em: 27/04/2014.

Monarcas vivos- Reis, rainhas e príncipes da vida real. Disponível em: http://fotos.noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/2013/02/05/monarcas-vivos.htm#fotoNav=25 Acesso em: 27/04/2014.

Absolutismo resiste na Suazilândia. Pequeno reino situado entre a África do Sul e Moçambique tem família real bilionária e população miserável. Estadão, 01/07/2010. Disponível em: http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,absolutismo-resiste-na-suazilandia,574541,0.htm Acesso em: 27/04/2014.


CRÉDITO DAS IMAGENS: http://commons.wikimedia.org/
                                     http://www.ekantipur.com/
                                     http://www.paulopes.com.br/
                                     http://epoca.globo.com/


















Nenhum comentário:

Postar um comentário