segunda-feira, 30 de junho de 2014

A Guerra de Secessão



A Guerra de Secessão foi um guerra civil ocorrida nos Estados Unidos, entre 1861 e 1865. É um conflito importante na história do país, pois marca o nascimento da maior potência mundial.

Nesse período de 4 anos, os Estados Unidos ficaram divididos em Norte e Sul. As diferenças começam pelo clima. No Norte, o clima frio não permitia o cultivo de produtos agrícolas, fazendo com que a região se dedicasse a atividades mercantis e industriais, favorecidas pela mão de obra abundante dos milhares de imigrantes europeus. No Sul, o calor meridional permite que os sulinos dediquem-se às culturas intensivas de algodão, fumo e cana de açúcar, utilizando mão de obra escrava.

A sociedade nortista é a das negociações, do liberalismo, da indústria e do lucro. O sul é marcado por uma sociedade patriarcal e agrária, ociosa e marcada pela escravidão.

O Oeste americano estava na mira dessas duas regiões. A expansão do Norte sobre o Oeste visava a instalação de pequenas propriedades e indústrias com mão de obra livre e assalariada. O Sul pretendia expandir as propriedades agrícolas baseadas na mão de obra escrava. A "gota d´água" veio em 1860, com a vitória de Abraham Lincoln, um republicano contra a escravidão, nas eleições presidenciais. Os Estados do Sul, então, romperam com a União, criando em 1861 os 'Estados Confederados da América'.

Os combates tem início em 1861. De um lado, o Norte, com o apoio de 25 Estados e uma população de 22 milhões de habitantes. Do outro, o Sul, apoiado por 11 Estados e com uma população de 9 milhões de habitantes. A vitória do Norte era evidente, pois, além de superioridade numérica, a região era dotada de indústrias bélicas.

A batalha mais importante foi a de Gettysburg, em 1863, que garantiu a vitória do Norte. Abraham Lincoln decretou a abolição da escravidão, que só passou a vigorar no país em 1865, com a derrota do Sul. O cenário deixado pela guerra foi desolador. 970 mil pessoas foram mortas, das quais 620 mil eram soldados. Com a vitória do Norte, estava traçado o caminho dos Estados Unidos: Em poucas décadas surgiria a maior potência mundial, baseada no espírito capitalista. A liberdade para os escravos negros veio sem nenhuma garantia ou assistência, o que gerou, até hoje, em segregação racial e política.



FONTE: AMEUR, Farid. Guerra da Secessão, tradução: Denise Bottmann. Porto Alegre, RS: L&PM, 2013.



CRÉDITO DA IMAGEM: colegioweb.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário