domingo, 1 de junho de 2014

Relato sobre a terrível Peste Negra

Papa Clemente VI. Pintura do século 18.

O Papa Clemente VI relatou, em 1349, as proporções "globais" da Peste Negra. Dada a gravidade da epidemia, o Papa, para escapar da morte, teve que deixar Avignon, no sul da França, até então sede do papado, e se isolar em um lugar distante e montanhoso por quase um ano. Este é um relato integral, importante documento histórico para a compreender como se via, no século XIV, uma doença que parecia anunciar o fim dos tempos...


" No ano do senhor 1349 houve em quase toda a superfície do globo uma tal mortalidade como raramente se terá conhecido outra. Com efeito, os vivos mal chegam para enterrar os mortos ou evitavam-nos com horror. Um terror tão grande se apoderou de toda a gente, que, mal uma chaga ou inchaço aparecia em alguém..., a vítima ficava privada de toda a assistência ou mesmo abandonada pelos seus parentes... não é de admirar, pois quando numa casa alguém era atingido pelo mal e morria, muitas vezes todos os outros habitantes eram contaminados e morriam... mais, coisa temerosa de ouvir, os cães, os gatos, os galos, as galinhas e todos os outros animais domésticos sofriam a mesma sorte. Assim, os sãos fugiam pelo medo; e muitos morriam por incúria... Outros, logo que atacados pelo mal..., eram transportados, sem a menor discriminação, para a fossa: assim um grande número foram enterrados vivos. A este mal acrescentou-se outro: correu o ruído de que certos criminosos, particularmente judeus, deitavam nos rios e fontes venenos que faziam engrossar a peste. Por isso, tanto cristãos como judeus inocentes... foram queimados, mortos..., quando é certo que tudo aquilo (a peste) provinha da constelação ou da vingança divina "...

(Vitae Paparum Avenionensirun; Clemente VI Prima Vita)

A Constelação sobre a qual fala Clemente é o alinhamento entre Saturno, Júpiter e Marte. Doutores franceses da época, afirmavam que a má confluência desses planetas era a causa da doença.



FONTE: FREITAS, Gustavo de. 900 textos e documentos de História. Lisboa: Plátano, s.d. p. 174.

SCHILLING, Voltaire. A grande peste. Revista Aventuras na História. 01/07/2003.


CRÉDITO DA IMAGEM: http://en.wikipedia.org/

Um comentário: