domingo, 3 de agosto de 2014

Etíopes, os primeiros homens

"Etíope", gravura de 1842.

O texto a seguir foi retirado do livro Imagens da África - Da Antiguidade ao século XIX, organizado pelo ensaísta, poeta, diplomata, memorialista, historiador e membro da Academia Brasileira de Letras, Alberto da Costa e Silva. O texto é de autoria do historiador grego Deodoro da Sicília, que viveu em Agyrum, na Sicília, de 80 a 20 a. C., aproximadamente. Deodoro afirma que os Etíopes, nome pelo qual eram conhecidos os negros, foram os primeiros homens da terra. É interessante ler, pois pesquisas atuais afirmam que os primeiros hominídeos surgiram no continente africano.

"Os etíopes, como afirmam os historiadores, foram os primeiros de todos os homens, e as provas disso são evidentes. Praticamente todos concordam em que eles não chegaram como imigrantes às terras que ocupam, mas delas eram nativos e, por essa razão, ostentam com justiça o título de “autóctones”. Além disso, é claro para todos que aqueles que vivem sob o sol do meio-dia foram, com toda a probabilidade, os primeiros a serem gerados pela terra, uma vez que se deve ao calor do sol, no surgimento do universo, o tê-la enxugado, quando ainda estava úmida, e a impregnado de vida. Sendo assim, é razoável supor que a região mais próxima do sol tenha sido a primeira a produzir seres vivos.

Dizem os historiadores que os etíopes foram os primeiros que aprenderam a adorar os deuses e a organizar sacrifícios, procissões e festivais em honra deles; […] que os egípcios são os descendentes de colonos etíopes, chefiados por Osíris; […] e que a maior parte dos costumes egípcios são etíopes, havendo os colonos preservado seus antigos modos de vida. A crença de que os reis são deuses, o especial cuidado que dão a seus sepultamentos e muitas outras matérias de natureza semelhante são práticas etíopes, do mesmo modo que as formas de suas estátuas e a maneira como escrevem".



CRÉDITO DA IMAGEM: http://www.gravuras-antigas.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário